Stress, Sinais e Sintomas

O stress tem um impacto decisivo na nossa performance, seja do ponto de vista pessoal, seja profissional. Por isso, são raros os dias que não vemos publicado algo sobre este tema. E este interesse crescente justifica-se não só pelo número de pessoas que sofrem com este problema, mas, acima de tudo, pelos seus efeitos na saúde.

De uma forma geral, os principais sinais e sintomas do stress podem ser divididos em 2 áreas: físicos e comportamentais.

Do ponto de vista físico, os mais frequentes são:
· Dores de cabeça
· Ranger frequente de dentes, especialmente de noite
· Tremores
· Dores na zona cervical e lombar assim como espasmos musculares
· Zonas do corpo mais avermelhadas (rush) e sudação anormal
· Boca seca e problemas de deglutinação
· Suscetibilidade do sistema imunitário – herpes, infeções das vias aéreas superiores, alergias
· Perturbações do sono
· Alterações do padrão alimentar. “Sugar craving” – necessidade de alimentos doces ao final do dia
· Alterações do “sex drive”
· Alterações do peso

Do ponto de vista comportamental, salientam-se:
· Dificuldades de concentração
· Problemas de memorização
· Dificuldade na tomada de decisão
· Esquecimentos frequentes, especialmente de palavras (“brancas”)
· Dificuldade de tratar informação nova
· Reações emocionalmente exageradas
· Sentir-se em “overload mental”
· Crises depressivas, ansiosas ou de autodesconfiança nas suas capacidades
· Irritabilidade
· Fadiga geral 

A forma que temos para enfrentar este mal da atualidade é, antes de mais, reconhecer o mais precocemente possível, os principais sinais e sintomas. Quando desvalorizamos algo que se modificou na nossa saúde e comportamento, estamos a dar os primeiros passos para que todo o processo de torne mais complicado na sua resolução. Por isso, esteja atento!